Bem-Estar

Pilates e seus efeitos na qualidade de vida

Pilates é uma série de cerca de 500 exercícios inspirados na ginástica calistênica, yoga e balé.

Alonga todos os principais grupos musculares do corpo de forma equilibrada.

Melhora a flexibilidade, força, equilíbrio e consciência corporal.

Sempre consulte seu médico antes de embarcar em qualquer novo programa de condicionamento físico, especialmente se você tem uma condição médica pré-existente ou não se exercita há muito tempo.

Leia também: Yoga – uma prática que vai ter surpreender

Sobre Pilates

Na década de 1920, o preparador físico Joseph Pilates introduziu o Pilates na América como uma forma de ajudar atletas e dançarinos feridos a voltarem com segurança para o exercício e manterem sua forma física.

Desde então, o Pilates foi adaptado para se adequar às pessoas da comunidade em geral.

Requer concentração e foco, porque você move seu corpo através de amplitudes precisas de movimento.

Leia também: Yoga e Meditação podem mudar seu genes, diz estudo

Alonga todos os principais grupos musculares em seu corpo de forma equilibrada.

Requer concentração em encontrar um ponto central para controlar seu corpo através do movimento.

Cada exercício tem um padrão de posicionamento, ritmo e respiração prescritos.

Seus músculos nunca são trabalhados até a exaustão, então não há suor ou esforço, apenas concentração intensa.

Leia também: Maneiras simples de reduzir a retenção de água

O treino consiste em uma variedade de sequências de exercícios que são realizadas em baixas repetições, geralmente cinco a dez vezes, durante uma sessão de 45 a 90 minutos.

O trabalho da esteira e o equipamento especializado para a resistência são usados.

O método Pilates é ensinado para se adequar a cada pessoa e os exercícios são regularmente reavaliados para garantir que eles sejam apropriados para essa pessoa.

Devido à atenção individual, este método pode servir para todos, desde atletas de elite até pessoas com mobilidade reduzida, mulheres grávidas e pessoas com baixos níveis de aptidão física.

As aulas são realizadas em estúdios de Pilates especializados, clínicas de fisioterapia ou em seu centro de lazer.

Leia também: As melhores vitaminas para o desempenho da memória

Benefícios para a saúde

Os benefícios de saúde do Pilates incluem:

* melhora da flexibilidade
* aumento da força muscular e do tônus, particularmente dos músculos abdominais, parte inferior das costas, quadris e nádegas (os “músculos centrais” do corpo)
* força muscular equilibrada em ambos os lados do corpo
* melhor controle muscular de suas costas e membros
* melhor estabilização da coluna
* postura melhorada
* reabilitação ou prevenção de lesões relacionadas a desequilíbrios musculares
* melhor coordenação física e equilíbrio
* relaxamento dos ombros, pescoço e parte superior das costas
* reabilitação segura de lesões articulares e espinhais
* prevenção de lesões musculoesqueléticas
* aumento da capacidade pulmonar e circulação através da respiração profunda
* concentração melhorada
* aumento da consciência corporal
* gerenciamento de estresse e relaxamento.

Adequado para todos

O Pilates atende a todos, do iniciante ao avançado.

Você pode realizar exercícios usando seu próprio peso corporal ou com a ajuda de vários equipamentos.

Um treino típico de Pilates inclui vários exercícios e alongamentos.

Cada exercício é realizado com atenção às técnicas de respiração adequadas e controle do músculo abdominal.

Leia também: Impactos da quinoa em nossa saúde

Para obter o máximo benefício, você deve fazer Pilates pelo menos duas ou três vezes por semana.

Você pode perceber melhorias posturais após 10 a 20 sessões.

Desafiando seu corpo

Pilates é parcialmente inspirado no yoga, mas é diferente em um aspecto fundamental – o yoga é composto de uma série de posturas estáticas, enquanto o Pilates é baseado em se colocar em posturas instáveis ​​e desafiar seu corpo movendo seus membros.

Por exemplo, imagine que você está deitado de costas, com os joelhos dobrados e os dois pés no chão.

Um exercício de Pilates pode envolver o endireitamento de uma perna para que os dedos dos pés apontem para o teto e a outra perna para elevar e abaixar lentamente o corpo.

Leia também: Importância da autoconfiança nas nossas vidas

Você precisa de músculos abdominais e glúteos apertados para manter os quadris em posição quadrada e atenção concentrada para evitar que caia.

Tipos de Pilates

As duas formas básicas são:

Pilates baseados em esteira – esta é uma série de exercícios realizados no chão usando a gravidade e seu próprio peso corporal para fornecer resistência.

O principal objetivo é condicionar os músculos mais profundos e sustentadores do seu corpo para melhorar a postura, o equilíbrio e a coordenação.

Leia também: Hábitos que podem te levar a longevidade

Pilates baseados em equipamentos – isso inclui equipamentos específicos que trabalham contra a resistência a mola, incluindo o “reformador”, que é um carro móvel que você empurra e puxa ao longo de seus trilhos.

Algumas formas de Pilates incluem pesos (como halteres) e outros tipos de pequenos equipamentos que oferecem resistência aos músculos.

Qualidade em um treino de Pilates

Pilates consiste em mover-se através de uma série lenta e sustentada de exercícios usando controle abdominal e respiração adequada.

A qualidade de cada postura é mais importante do que o número de repetições ou quão energicamente você pode se mover.

Livros e fitas de vídeo estão disponíveis, mas busque orientação de um professor qualificado de Pilates ou fisioterapeuta treinado em Pilates para obter os melhores resultados.

A prática de pilates pode ajudar na sua qualidade de vida.

Fonte: Better Health channel


Posts relacionados

Benefícios da sauna para a saúde

6 benefícios da música para sua saúde

Efeitos de um programa de exercícios físicos no bem-estar psicológico de mulheres com mais de 55 anos



Deixe um comentário